Gestão de Pessoas

Gaps de competência na equipe: aprendendo a identificá-los e resolvê-los com o uso de games

Gaps de competência na equipe

Identificar e resolver os gaps de competência na equipe é a melhor forma de alavancar os resultados da sua empresa. Afinal, é importante conhecer os talentos que você tem em mãos, de moda a alinhar suas competências com as metas da organização. 

Neste sentido, a gamificação é uma excelente aliada para o RH. A metodologia faz o mapeamento das competências dos profissionais, o que proporciona mais assertividade na tomada de decisão, seja ela no recrutamento ou desenvolvimento dos talentos e progressão de carreira. 

Você pode se interessar também:

O que são gaps de competência? 

Gaps de competência são as lacunas na formação do profissional, levando em consideração aquilo que se espera dele em sua função. Ou seja, são competências importantes para o seu desempenho que ainda não foram desenvolvidas. 

Qualquer função exige o domínio de um conjunto de competências que serão fundamentais para a sua prática, e essas competências irão variar de acordo com cada profissão. 

Por exemplo, para que um gerente de vendas seja bem sucedido em sua função ele deve ser persuasivo, além de ter habilidades interpessoais e de comunicação. Ou seja, essas competências são fundamentais para que ele alcance êxito em seu desempenho. 

Agora vamos supor que este gerente não possua habilidades interpessoais, logo isto é considerado um gap de competência. 

Identificar e desenvolver essa habilidade neste profissional vai ajudá-lo a otimizar seu desempenho em sua função. Ou seja, ele será capaz de atingir melhores resultados de vendas para sua empresa, ajudando-a se tornar mais competitiva. 

Como identificar gaps de competência na equipe? 

A identificação de gaps de competência na equipe é fundamental para que a empresa possa traçar estratégias para desenvolver as competências que são cruciais para o alcance das metas do negócio. 

Com essa informação em mãos, a organização poderá criar uma trilha de desenvolvimento mais assertivo para cada colaborador. Além disso, o funcionário consegue visualizar de forma mais objetiva quais são os passos para progredir na carreira. 

Mas afinal, como identificar essas lacunas de competências? São necessários basicamente dois passos: o primeiro é a definição dos objetivos da empresa e o segundo passo é o mapeamento das competências da equipe. 

Definindo os objetivos da organização 

Qual o perfil ideal do profissional para sua empresa? O que é esperado dele e quais são as competências buscadas? 

Estes são questionamentos fundamentais a serem feitos no processo de desenvolvimento de talentos. Logo, essa informação precisa estar clara tanto para os gestores, quanto para a equipe produtiva. 

Geralmente as organizações buscam por profissionais que possuam competências macros, alinhadas com a cultura organizacional, e claro, competências mais pontuais para cada função. 

As competências macros são aquelas buscadas em todos os seus funcionários, e elas devem estar alinhadas à missão, visão e valores do negócio. Já as competências pontuais irão variar de acordo com o escopo do cargo. 

Portanto, o primeiro passo para identificar gaps de competência na equipe é a definição clara do que é esperado de cada profissional, em cada função. 

Mapeamento de competências da equipe 

Para alcançar resultados satisfatórios, a empresa precisa conhecer os talentos que tem em mãos. Com isso, será possível ter mais assertividade em suas tomadas de decisões. 

Logo, é preciso fazer um mapeamento, de modo a identificar os pontos fortes e gaps de competências da equipe. 

Quando conseguimos mapear as competências necessárias para o bom desenvolvimento de uma operação é visível o ganho de produtividade, de qualidade, de compromisso e valor ao longo de toda a cadeia produtiva. Já a ausência destas habilidades normalmente resulta em prejuízos, retrabalho, deficiências técnicas, baixa qualidade de produtos e serviços. (ARBACHE, Fernando, 2018)

Como a gamificação ajuda a resolver gaps de competência? 

A gamificação é aliada do RH na aceleração do potencial humano. Ao recorrer à metodologia, o gestor consegue identificar as competências do seu time e acelerar o desenvolvimento do mesmo. Com isso, há ganho de produtividade, engajamento e até mesmo retenção de talentos. 

As soluções da Arbache Innovations viabilizam esse mapeamento para que ele seja mais objetivo e assertivo. Nossos jogos colocam os profissionais frente à desafios alinhados com o contexto atual do mercado de trabalho. 

É feito uma simulação da aplicação de competências em situações reais, e ao final do jogo o gestor terá acesso a um painel com insumos para uma profunda análise dos dados do capital humano, através de diagnósticos individuais ou coletivos.

Leia nosso artigo “Gamificação no RH” e saiba como alavancar os resultados da sua empresa com essa estratégia.

Como corrigir os gaps de competências? 

Com o People Analytics em mãos é chegada a hora de colocar a mão na massa e aplicar estratégias para o desenvolvimento dos gaps de competências. 

Você pode criar trilhas de treinamentos personalizados para cada função. Indique cursos, livros, palestras, enfim, meios que sua equipe possa recorrer para desenvolver as competências ainda não desenvolvidas. 

Além disso, é interessante criar uma cultura de feedback – seja transparente quanto aos objetivos da empresa, coloque todos à par dos planos e metas do negócio. Dessa forma, cria-se um sentimento maior de pertencimento e engajamento com o propósito da organização. 

Banner no artigo "Gaps de competência" para o eBook "Profissionais do futuro"