Coaching

Estragar Água Fervida! Por Quê Errar Quando Se Tem o Que Quer Em Uma Carreira? Como Gerenciar Uma Carreira de Sucesso?

estragar

Outro dia estava escutando um Game de culinária na TV e um dos chefs que estava testando a sua equipe, alertou um dos cozinheiros de que a refeição que estava sendo preparada, era tão fácil que não havia como errar, ele disse: “Não tem mistério, não dá para estragar água fervida”!

No mesmo momento, lembrei do caso de um dos meus coaches, que vivia uma situação bastante delicada na carreira, justamente por ter conseguido “estragar água fervida”.

Empregado em uma grande empresa do segmento de comunicação, atuando diretamente na área a qual, além de ter expertise necessário, ainda tinha apreço pelo que fazia, este coachee não enxergou a potencialidade que aquele momento lhe mostrava e, por conta de um gerenciamento limitante com seu superior, acabou sendo demitido.

Infelizmente, quando o mesmo chegou para as sessões de coaching, não havia muito o que fazer em relação a vivência anterior. Ao rever a situação, ficou claro que a lacuna existente não estava no conhecimento e nos entregáveis demandados para o cargo e, sim, no restrito auto-conhecimento e na carência de habilidades emocionais, para gerenciar conflitos no cotidiano com a equipe e com seu superior. O não mapeamento da situação e dos devidos riscos os quais este coachee estava imerso, fez com que o mesmo se entregasse completamente ao insucesso de sua carreira.

Como o que está feito, está feito, bola para frente! O grande ganho do processo de coaching foi o de reconhecer os fatores que estavam sabotando a gestão de carreira daquele coachee, e, a partir deste reconhecimento, mapear as oportunidades, que realmente poderiam agregar valor a sua futura recolocação no mercado. Estes pontos: reconhecer fatores que sabotam a gestão de carreira, mapear as oportunidades, alinhar o auto-conhecimento com as expectativas futuras e traçar o caminho a ser trilhado, são aliados para o sucesso de uma carreira.

Como dizia o chef do programa de TV: “Não dá para estragar água fervida”, mas quando isto acontecer, o melhor a fazer é recomeçar o processo e, para isto, a companhia de um coach experiente, é um diferencial precioso para o sucesso de uma carreira.

 

Ana Paula Arbache

Ana Paula Arbache

Pós-doutora em Educação pela PUC/SP. Doutora em Educação pela PUC-SP. Mestre em Educação pela UFRJ. Certificada pelo Massachusetts Institute of Technology/MIT- Challenges of Leadership in Teams (2015), Leading Innovative Teams (2018). Docente dos cursos de MBA e Pós MBA da Fundação Getúlio Vargas. Orientadora e avaliadora de trabalhos de pós-graduação. Sócia Diretora da Arbache Innovtions, responsável pelas ações de Gestão de Pessoas, Liderança, Governança Corporativa, Sustentabilidade Ética, Social e Ambiental e Elaboração e Aplicação Jogos de Negócios. Pesquisadora e autora das obras: A Educação de Jovens e Adultos Numa Perspectiva Multicultural Crítica (2001), Projetos Sustentáveis Estudos e Práticas Brasileiras (2010), Projetos Sustentáveis: Estudos e Práticas Brasileiras II (2011), Sustentabilidade Empresarial no Brasil: Cenários e Projetos (2012), A crise e o impacto na carreira (2015), O RH Transformando a Gestão – Org. (2018). Certificação em Coaching e Mentoring de Carreira para Executivos. Mentora do Capítulo PMI/SP. Curadora e Colunista do blog arbache.com/blog e Página Mundo Melhor de Empoderamento Feminino Arbache innovations. Fundadora do Coletivo HubMulheres. Palestrante em encontros nacionais e internacionais.

Deixe seu comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.