Geral

O salário ainda é um fator importante, mas não é o fator decisivo.

A jovem revelação do Flamengo mal completou 18 anos e já se transferiu para o futebol Europeu. Em 2016, quando o jovem ainda tinha 16 anos, ele foi destaque da copa São Paulo de Juniores, uma das competições nacionais mais importante da categoria.

Depois do sucesso na competição, os clubes internacionais entraram em um grande duelo  pelos direitos do jogador. Real Madrid, Barcelona, Arsenal e outros gigantes do futebol. É muito difícil para o Brasil competir financeiramente com qualquer uma destas instituições. E o Flamengo acabou fechando acordo com o Real Madrid, de acordo com a preferência do jogador e do seu staff.

A Europa é um caminho muito comum para os jogadores da modalidade, principalmente por ser um mercado financeiramente mais saudável e isso sempre foi visto como um grande ponto para quem tem uma carreira muito curta.

Mas, Vinicius Junior foge do comum, apesar de decidir vestir a camisa de um grande time. O Real Madrid pagou, no montante da negociação, 45 milhões de Euros pelos direitos esportivo do jogador. O curioso é que o valor pago pelo clube merengue é a terceira pior proposta financeira que o jogador recebeu durante o “leilão” dos seus direitos.

Porém, o clube ofereceu por contrato benefícios que nenhuma outra instituição futebolística pensou em oferecer naquele momento. Está incluso no contrato, por exemplo, auxílio médico para suas familiares e até para primos de primeiro grau, a construção de um centro educacional, com recursos de patrocinadores do clube, no bairro onde Vinícius nasceu, casa próxima de outros jogadores brasileiro para uma adaptação menos dolorosa, escola e aposentadoria para os pais de Vinicius, seguranças e motoristas para transportá-lo, afinal de contas ele chegou à Europa no dia em que completou 18 anos.  

Essa parece só mais uma história de um jogador que é tratado como um rockstar e vive cercado por bajuladores. Mas, na verdade, o Real Madrid acaba de ensinar uma lição muito importante para todas as companhias que pretendem contratar os talentos das novas gerações.

Apesar das cifras milionárias, o jovem jogador escolheu por concentrar seus esforços em uma instituição que valoriza a sua qualidade de vida. Que oferece além de um salário atraente, um ambiente saudável, comodidade, qualidade de vida e, sobretudo, um propósito.

Ao entender que ele tem um “privilégio” que nem todos que cresceram juntos com ele tem, ele decide mudar essa história. O centro educacional dá a ele essa possibilidade e o resto dos benefícios dão a ele e a sua família o conforto ideal para que sua função seja desempenhada com a máxima produtividade.

O caso do Vinicius, apesar de acontecer no futebol, que é um mercado diferente do mercado de trabalho convencional, reflete os anseios das novas gerações, que se sentem mais confortáveis trabalhando com propósitos e não somente por dinheiro.

As novas gerações chegaram com outra configuração e as empresas precisam se adequar à nova realidade, se quiserem contar com o talento desses jovens.

E então, o que sua empresa anda fazendo para se adequar a esses novos talentos?

Luiz Gustavo

Publicitário de formação e produtor de conteúdo da Arbache innovations.

Deixe seu comentário

Clique aqui para publicar um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Entre em contato conosco

 

Mensagem enviada com sucesso

Em breve retornaremos o contato.

◄ Voltar

Arbache Innovations

São Paulo, SP:
Rua Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 445 - Pinheiros
CEP: 05415-030
Maringá, PR:
Rua Vitor Meirelles, 45 - Zona 5 - Ed. Ilhas Gregas
Sala 207 - CEP: 87015-080
Telefone para contato
+55 11 4130-9707
Nosso e-mail
contato@arbache.com
Todos os direitos reservados @arbache 2018