Você Sabia?

Você Sabia? Jogos De Negócios Podem Ser Utilizados Para Implementar Gestão Do Conhecimento?

implementar

O que são Jogos de Negócios – 4˚ Análise

Jogos de Negócios tem como premissa número um, a interação intensiva entre os participantes do jogo. A vivência de um cenário com muita concorrência, a disputa por um mercado competitivo, o dia-a-dia submerso na incerteza, faz com que os participantes ao buscarem o caminho da vitória, compreendam melhor as premissas, impactos, problemas e realidades que uma empresa tem de enfrentar para a conquista de mercado.

Como conquistar este mercado tão concorrido e ainda ser líder?

Muitos dos caminhos ou atalhos para uma vitória, podem estar em idéias inseridas nas mentes das pessoas, que constroem ao longo de sua vivência profissional, pessoal e acadêmica, estratégias e planos de ações, que em muitos casos são inovadores. Porém, por que as pessoas não colocam em prática, em suas empresas, tais estratégias? Por que não tentam explicar suas idéias aos seus pares?

As pessoas em sua grande maioria, por timidez, falta de oportunidade ou mesmo incapacidade, por não saberem comunicar suas criações, guardam para si suas visões de mercados e suas respectivas soluções sob seu ponto de vista.

Mesmo havendo oportunidade, as pessoas não mostram o que criaram? Por que é tão complexo comunicar tais idéias aos colegas?

A construção de idéias, em geral, advém de uma série de experiências, sejam elas pessoais ou profissionais, associadas a teorias adquiridas na formação acadêmica. No dia-a-dia, sempre quando alguém encontra uma barreira a ser transposta, muitos buscam, mesmo que apenas para exercício pessoal, desenvolver uma solução, contudo poucos as colocam em prática, pois é necessário para isto, externalizar tais idéias, dentro de uma lógica e coerência.

Muitas vezes as pessoas sabem que suas idéias darão certo, porém não sabem explicar como. Neste momento tais idéias são guardadas em nossa cabeça e trancafiadas, impossibilitando que sejam usadas, levando muitas vezes seus autores à frustração. A construção deste conhecimento é denominado de Conhecimento Tácito. Os conhecimentos tácitos não são explicitados, em geral, por serem difíceis de serem formalizados ou explicados a outra pessoa devido a sua subjetividade.

Ao atuarem como gestores em um Jogo de Negócios, e assumirem papéis, que em muitos casos são superiores à sua realidade, os indivíduos se encorajam e colocam em prática suas criações. No calor da tomada de decisão, e com tempo extremamente curto para serem criticadas, pois o jogo simula a realidade de um ano em apenas algumas horas, tais idéias são colocadas em prática. Sabe-se também que se idéias não funcionarem, não haverá custos para a empresa, pois se trata de uma simulação. Neste momento, há a externalização dos conhecimento antes confinados nas mentes de seus criadores. Muitas destas idéias são enriquecidas com contribuições dos colegas, melhorando-as, gerando coerência e lógica, passando a ser legítima. Este processo é o princípio da Gestão do Conhecimento.

Esta prática torna-se mais fácil em um Jogo de Negócios, pois o ambiente lúdico do evento permite a interação e contribuição de todos. Na realidade do dia-a-dia, este tipo de dinâmica e discussão de idéias, é em geral deixada de lado, dado ao volume de trabalho e a necessidade de urgência para tudo.

Ao utilizar a Gestão do Conhecimento, as empresas transformam seus colaboradores em fontes de soluções, pois os mesmos conhecem a cultura, o negócio e os reais problemas da empresa, tendo assim conhecimento legítimo para encontrar o caminho do sucesso. Jogos de Negócios permite o investimento em capital intelectual, pois a implementação da Gestão do Conhecimento melhora o custo-benefício na criação de idéias. Os colaboradores quando são ouvidos, podem dividir suas opiniões, se sentem valorizados e trabalham com paixão. Dessa forma o trabalho flui com maior eficiência, qualidade e dedicação.

 Por que não implantar Jogos de Negócios e usufruir desta fábrica de criação de idéias?

Fernando Arbache

Fernando Arbache

Doutorando ITA. Mestre em Engenharia Industrial PUC/Rio. Independent Education Consultant working with MIT Professional Education. Graduado em Engenharia Civil, UFJF. Data and Models in Engineering, Science, and Business/MIT, Cambridge, MA (USA). Challenges of Leadership in Teams/MIT, Cambridge, MA (USA). Data Science: Data to Insights/MIT, Cambridge, MA (USA). AnyLogic Advanced Program of Simulation Modeling/Hampton, NJ (USA).: Educational Consultant working with MIT. Coordenador da FGV em cursos de Gestão (curso de MBA em Gestão das Casas Bahia). Professor FGV, nas cadeiras e Logística, Estatística, Gestão de Riscos e Sistemas de Informação. Professor da HSM Educação nas cadeiras e Logística e Estatística. Professor IBMEC, Professor concursado na FATEC/São José dos Campos. Obras: ARBACHE, F. Gestão da Logística, Distribuição e Trade Marketing. São Paulo: Ed. FGV, 2004. ARBACHE, F. Logística Empresarial. Rio de Janeiro: Ed. Petrobras, 2005. ARBACHE, A. P. e ARBACHE, F. Sustentabilidade Empresarial no Brasil: Cenários e Projetos. São José do Rio Preto- SP: Raízes Gráfica e Editora, 2012. Pesquisa: Desenvolvimento de modelos de mapeamento de Competências Comportamentais e Técnicas, por meio de gamificação com uso de Inteligência Artificial, utilizando Deep Learning e Machine Learning (http://www.arbache.com/mobi). Desenvolvimento de pesquisa de modelos para geração de indicadores de aprendizados para inovação, assim como de competências essenciais para inovação (curva de aprendizado e gaps de competências) e obtenção de ROI (Return Over Investment). As pesquisas que estão em desenvolvimento, têm como hipótese que existem modelos inovadores, para mapeamento de aprendizado adaptativo, com o uso de inteligência artificial, para atendimento em empresa e pessoas. Esses indicadores estão em uso, em um dos maiores programas de inovação para o cooperativismo da América Latina, que é fruto de pesquisas realizadas, desenvolvido e concebido por minhas pesquisas (http://www.arbache.com/inovaccop). Atualmente são 75 cooperativas de diversas áreas de atuação e aproximadamente 500 participantes. Estudos acima impactam no desenvolvimento do conceito RH 4.0 ou RH de Precisão, assim como no entendimento do impacto da Gestão por competências em um ambiente de inovador. Desenvolvimento de Inteligências nos dados e métricas - Big data e precisão nas tomadas de decisões na gestão de pessoas. Com os elementos anteriores, estuda-se a estratégia de negócios e estoque de talentos - o que os números revelam para o sucesso nas organizações. Estatística e inteligência estratégica para negócios em ambientes inovadores. Experiência Profissional: CIO (Chief Innovations Officer) da empresa Arbache Innovations especializada em simulação, inovação com foro em HRTech e EduTech – empresa premiada no programa Conecta (http://conecta.cnt.org.br) como uma das 5 entre 500 startups mais inovadoras da América Latina. Empresa Acelerada pela Plug&Play (https://www.plugandplaytechcenter.com) em Sunnyvale, CA – Vale do Silício entre novembro e dezembro de 2018. Desenvolvimento de parceria com o MIT – Massachusetts Institute of Technology para cursos presenciais e digitais – http://www.arbache.com/mitpe, https://professional.mit.edu/programs/digital-plus-programs/who-we-work & https://professional.mit.edu/programs/international-programs/who-we-work

Deixe seu comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.