Cotidiano Inovação

Que inovação é essa?

inovação

Que inovação é essa? E um excelente final de semana!

A vida tem se desenrolado de forma bastante dinâmica… sou sapeca com tecnologia, e tenho aprendido a ouvir ativamente para captar mais detalhes… Um curso de redes sociais é o que mais recomendo ultimamente aos meus próximos. Não redes sociais como sinônimo das ferramentas existentes, mas numa visão macro da vida e das relações que se associam. Da horizontalização das hierarquias (que serão minoria num futuro não tão distante), da interação cada vez mais ativa, e da participação cada vez mais optativa. Da cultura se reorganizando para entrar nos novos eixos e padrões.

A fenomenologia da interação está presente há muito tempo, e são fenômenos da interação e inteligência coletiva (que não é a soma das inteligências individuais). Cada vez mais os roteiros serão abolidos para dar margem e possibilidades ao chamado Open Space. O voluntariado – maior dimensão do humano – é um hábito de qualquer coração, e entender estas questões têm sido determinante para o destaque. Não imputar a X ou Y determinada tarefa, mas sim, perguntar primeiro se alguém se sente apto àquele desafio primeiro. As surpresas acontecem destas interações, dessa demonstração espontânea de capacitação.

Todas as pessoas têm talentos próprios e personalíssimos, apesar de eu sentir ainda uma apatia de muitas pessoas, que esperam a ordem para depois realizarem o serviço. Verifico ainda gente que só cumpre, se estiver na lei, se esitver no Regulamento, no Regimento… Essas pessoas farão parte de um mundo jurássico que as extinguirá em breve.

Inovação não é contratar um sujeito “da mídia” para reformular as estruturas, criar novas ferramentas, fazer reuniões ou encontros de finais de semana para alavancar uma mudança. Segunda-feira será de novo segunda-feira… pois as pessoas se adaptam e se readaptam ao meio, e o oba oba do final de semana terminou domingo à noite… e aquele bambambam contratado já foi para outra empresa implantar seu modus operandi instantaneo.

Pára tudo!!! A alavanca de qualquer negócio está dentro do próprio negócio. Ouça mais do seu pessoal e as respostas aparecerão. Contratem gente competente, contratem gente capaz e deixem-a trabalhar com mais pontes e menos muralhas.

Um grande beijo em todos.

Avatar

Ana Luiza Alves Lima

Nascida em Santos, São Paulo, Brasil. Advogada e Consultora na Gestão de Pessoas em São Paulo – SP, Brasil. Formação: Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Santos (UniSantos-SP); Pós-graduado em Gestão de Seguros (Fundação Getúlio Vargas – FGV-SP); Consultora do Serviço Nacional do Comércio (SENAC para cursos livres e de pós graduação) e Administração de Recursos Humanos, pelo SENAC/SP. Membro da Ordem dos Advogados do Brasil, Secção de São Paulo e da Associação dos Advogados de São Paulo.

Deixe seu comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.