Carreira

Profissões do futuro: quais carreiras estarão mais em alta e como se preparar?

Colaboradores em profissões do futuro

Você sabe onde quer chegar? Essa é a principal pergunta que você deve se fazer antes de iniciar sua trajetória profissional. E conhecer quais serão as profissões do futuro podem ajudá-lo (a) a dar um foco mais estratégico para sua gestão de carreira. 

Primeiramente, é preciso entender o cenário em que estamos vivendo, quais são as exigências e demandas de recursos humanos desta nova era. Dessa forma, você poderá se preparar tendo como fundamento a realidade do mercado de trabalho. Ou seja, você estará se preparando para ser o profissional que o futuro procura. 

Você pode se interessar também:

O futuro chegou: habilidades essenciais para o profissional do futuro
Líder do futuro: quais serão as suas novas formas de atuação?
Anywhere office: uma tendência para o futuro do trabalho

Características das profissões do futuro

O mercado de trabalho está contextualizado dentro do Mundo VUCA, ou seja um ambiente completamente volúvel e acelerado, e também da revolução 4.0, com suas novas tecnologias inovadoras. 

Este contexto tem alterado a dinâmica das organizações que se veem na necessidade de adaptação ao cenário. Estas terão que operar muito mais rapidamente e com mais competitividade para responder à dinamicidade da nova era. 

E para fazê-lo, o principal recurso é o capital humano. Ou seja, as organizações vão precisar contar com equipes preparadas para atuar nesta nova era. 

Portanto, pode-se dizer que as profissões do futuro serão pautadas em duas principais características: tecnologias digitais e inovação. 

Conheça algumas das profissões do futuro 

O Linkedin fez um levantamento em sua plataforma e indicou quais serão as 15 profissões do futuro para os próximos meses. 

As indicações foram baseadas em informações obtidas na rede social, e foram destacadas as profissões que estão experimentando um grande crescimento nos últimos meses. 

E o resultado do levantamento comprova o que já foi dito aqui anteriormente, que o digital e a inovação são as tendências da nova era. Segundo o estudo, as principais profissões do futuro estão relacionadas à tecnologia da informação e às profissões que requerem habilidades de interação e inovação. 

Veja a lista completa: 

1. Gestor(a) de mídias sociais

O digital e as redes sociais já estão presentes na rotina de grande parte da população. E o que pode ser visto como entretenimento para muitos, é tido como estratégia de negócio para outros. 

E prova disso é o fato da profissão de gestor de mídias sociais ocupar a primeira posição no ranking. O cargo teve sua procura aumentada em uma média anual de 122% entre 2015 e 2019.

Os profissionais que exercem essa função são responsáveis pela divulgação e promoção de marcas nos canais digitais. 

2. Engenheiro(a) de cibersegurança

A segunda posição do ranking de profissões do futuro também está ligada às tecnologias de inovação. O engenheiro de cibersegurança é responsável pela criação e monitoramento de sistemas de segurança de dados na rede para empresas.

3. Representante de vendas

O vendedor ainda continua sendo uma profissão muito requisitada pelo mercado de trabalho. Porém, a função passou por modificações e agora é exigido dos profissionais competências alinhadas com a nova era digital. Afinal, é importante manusear softwares e ferramentas online que facilitam as estratégias de vendas. 

4. Especialista em sucesso do cliente

O especialista em sucesso do cliente é o profissional responsável por proporcionar uma experiência diferenciada para os clientes no pós-venda. Ou seja, ele cria estratégias para aperfeiçoar a relação entre clientes e empresa. 

É exigido deste profissional o alinhamento de competências técnicas e comportamentais, uma vez que precisa entender as tecnologias que são utilizadas na rotina da função, e ainda gerenciar relacionamentos. 

5. Cientista de dados

Essa é a profissão responsável por realizar a captura, processamento, análise, representação e interpretação de dados para as organizações. Para isso, o profissional deve contar com competências técnicas e comportamentais para propor soluções inovadoras para a melhor tomada de decisão. 

É uma área para graduados em ciência da computação, engenharia da computação e matemática aplicada, por exemplo.

6. Engenheiro(a) de dados

Pode ser descrito como um engenheiro de software especializado em backend. Ou seja, é o profissional responsável por construir a infraestrutura e os sistemas para organização dos dados de uma empresa. 

Atua no armazenamento, na distribuição e na recuperação dessas informações com foco na otimização do desempenho delas.

7. Especialista em Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial é uma das essências da era da inovação. Por isso, as empresas têm buscado cada vez mais especialistas nesta área, que obteve um crescimento de 73% entre 2015 e 2019.

As principais competências requeridas dos profissionais para desempenharem essa função é o conhecimento em machine learning – deep learning e a linguagem de programação Python. Além disso, competências comportamentais como criatividade e mindset ágil também são valorizadas. 

8. Programador(a) de JavaScript

Essa é a profissão responsável pela programação JavaScript, uma das principais tecnologias da internet atualmente. Grande parte dos sites e navegadores possuam este tipo de mecanismo, logo é importante que as empresas tenham profissionais que sejam capazes de executá-los. 

As empresas que mais procuram programadores com esta especialização são das áreas de Tecnologia da Informação, softwares e internet.

9. Investidor(a) Day Trader

O Day Trade é uma estratégia de compra e venda de ações em bolsas de valores em um mesmo dia. Logo, o profissional para atuar nessa área deve ter um bom senso crítico e ser capaz de tomar decisões ágeis. 

É necessário também conhecimento sobre a bolsa de valores, mercado de capitais, investimentos de curto prazo e sobre a metodologia de análise técnica, que realiza a previsão do comportamento de mercado baseada em dados históricos. 

10. Motorista

Essa é uma profissão já tradicional no mercado, mas que continua aquecida. Segundo levantamento do Linkedin, as áreas que mais demandam esses profissionais são de empresas ligadas a internet e a serviços de facilidades ao cliente, como os aplicativos de transporte de passageiros e os de compras e entregas. 

Nessa profissão é importante que o profissional saiba usar técnicas de negociações e relacionamento interpessoal. 

11. Consultor(a) de investimentos

O consultor de investimentos é o profissional responsável por orientar os clientes na tomada de decisão de suas finanças. Ou seja, ele indica quais são os melhores meios de aplicar seus recursos. 

Logo, o profissional precisa ter visão estratégica, conhecimento do mercado financeiro e de análise financeira. 

12. Assistente de mídias sociais

Está categoria está ligada à primeira posição do ranking de profissões do futuro, a de gestor de mídias sociais. A diferença é que o assistente possui nível mais iniciante e tem atuação operacional. 

Ou seja, a principal responsabilidade deste profissional é a execução da estratégia digital elaborada pelo gestor. É ele quem será responsável por executar as campanhas nos sites e redes sociais, muitas vezes produzindo os conteúdos que darão a voz e imagem à marca. 

13. Desenvolvedor(a) para Salesforce

É o profissional responsável por centralizar em um único banco de dados todas as interações entre uma empresa e seus clientes. 

Para isso, tem-se usado um grupo de ferramentas chamado Customer Relationship Management, o CRM (Gestão de Relacionamento com o Cliente). O Salesforce é um dos sistemas CRM mais fortes do mercado, e os programadores especialistas nele analisam os processos da empresa, desenvolvem fluxos de trabalho e gerem soluções para necessidades específicas do negócio.

14. Recrutador(a) especialista no setor de Tecnologia da Informação

A profissão de TI é muito requisitada pelo mercado, logo muitas empresas sentem a necessidade de contar com recrutadores especializados no setor. O profissional deve, portanto, dominar as técnicas de recrutamento, além de ter conhecimentos técnicos apurados na área de TI. 

15. Coach de metodologia Agile

O mindset ágil é uma das competências mais valorizados nesta nova era, portanto, viu-se a necessidade de uma função que seria capaz de alinhar as novidades do mercado com as estratégias da empresas de forma ágil e assertiva. 

E a profissão de coach de metodologia agile tem exatamente este objetivo. Essa é uma metodologia de gerenciamento de projetos que é focada no desenvolvimento de equipes ágeis, e o coach é o profissional que vai treinar e supervisionar esse processo de desenvolvimento. 

Como se preparar para as profissões do futuro? 

Agora que você já conhece algumas das principais profissões do futuro, é hora de planejar sua gestão de carreira. Portanto, o primeiro passo é a definição de onde você quer chegar, e a partir disso você vai trilhar sua jornada de aprendizado pautada nas exigências daquele segmento. 

Ou seja, suas competências precisam estar alinhadas com as demandas do mercado. Você precisa ser o profissional que a empresa precisa para sobreviver! 

Mas afinal, como identificar quais são essas competências e identificar os pontos que você precisa trabalhar para ser o profissional do futuro? A resposta é através do autoconhecimento, além claro, de um entendimento do mercado. 

Você precisará se conhecer para entender quais são as áreas que terá que se desenvolver para atingir seu objetivo. E a Arbache Innovations pode te ajudar nesta tarefa! 

O Mobi People é um assessment gamificado que ajuda o profissional a mapear as competências que serão solicitadas na nova era do mercado de trabalho. É uma forma divertida e dinâmica de aprender a lidar com as exigências do mundo VUCA. 

Clique aqui e saiba mais sobre o jogo que vai ajudá-lo (a) a se tornar o profissional do futuro

Referências 

Linkedin. Emerging Jobs Report Brazil. In. https://business.linkedin.com/content/dam/me/business/en-us/talent-solutions/emerging-jobs-report/Emerging_Jobs_Report_Brazil.pdf Acesso em: 15/07/2020