Cotidiano

OBRIGADA DIGO EU!!

Como deixar de agradecer uma pessoa sequer?

Como não me emocionar com as milhares de mensagens que recebi inbox? Perdoe-me, pois devo ter conseguido responder “apenas” umas 3.000 mensagens. Como perceber que mais de 13.000 pessoas compartilharam meu texto e tantas 75.000 e muitas curtiram de alguma forma? Como querer entender este movimento? Esta onda? Têm coisas na vida que só são.


Escrevo desde que me entendo por gente, e sou daquelas que adora um diário escrito com canetinhas perfumadas e com o ingresso do cinema colado com o resumo do filme ou da baladinha. Sempre gostei de deixar registrado a minha percepção sobre as coisas, pessoas e fatos. Quando construo um texto, consigo me ver melhor e me corrigir, pois também tenho escritos que me remetem a um mundo que desejo que exista. Tem funcionado! Já fui Poliana sim, e me sinto poli-Ana (muitas Anas) muitas vezes ao dia, mas o que quero dizer hoje é simplesmente OBRIGADA A TODOS VOCES!


Obrigada pela leitura de um dos meus textos mais longos que escrevi; obrigada pelo simples compartilhamento e desejo de que outras pessoas pudessem ler. Obrigada mesmo pelas inúmeras histórias particulares e comoventes que recebi; obrigada pelo carinho de enviar um “Oi, você fez o meu dia mais feliz!” pois a recíproca é verdadeira! – Como não me comover com isto? Como deixar de responder a uma mãe que me relata sua vivência dolorosa e personalíssima finalizando – Ana, obrigada por este espaço, já me sinto melhor só por isso!” Como não agradecer o respeito recebido nas devolutivas que tive? Im-pos-sí-vel não agradecer a todos! E como agradecer adequadamente a tantas nutricionistas que me explicaram o significado do termo Comfort Food, que são alimentos que nutrem a alma, e não só o corpo? Como dizer a todos vocês, que minha gratidão é saber – que de alguma forma – muitos de vocês replicaram meu desejo (que é nosso desejo) em observar e refletir antes de sair “atirando” para todos os lados.

Como não dizer para vocês, que vocês são pessoas incríveis e únicas, e que devem fazer – com certeza – a vida de alguém mais interessante? Acredito nesse caminho. Que sentido a vida teria se só houvessem críticas e verdades distorcidas?

Não importa aqui se nos conhecemos pessoalmente ou não, pois muitos de vocês me retribuíram com o seu precioso tempo e com palavras de empatia e amor, então já estamos ligados! O que importa aqui é que temos o mesmo propósito multiplicador sobre a tolerância, sobre o respeito ao diferente da nossa escolha; e meu agradecimento continua com a generosidade quase palpável que senti por aqui… e isso me alimentou profundamente.

Obrigada por me fazerem sentir que tenho muitos a minha volta! Estou com vocês e obrigada por estarem comigo! Surpresas são sempre melhores que promessas, e nem nos meus sonhos mais secretos eu imaginei tanto carinho de uma vez direcionado sobre um assunto.

Ana Luiza

Ana Luiza Alves Lima

Nascida em Santos, São Paulo, Brasil. Advogada e Consultora na Gestão de Pessoas em São Paulo – SP, Brasil. Formação: Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Santos (UniSantos-SP); Pós-graduado em Gestão de Seguros (Fundação Getúlio Vargas – FGV-SP); Consultora do Serviço Nacional do Comércio (SENAC para cursos livres e de pós graduação) e Administração de Recursos Humanos, pelo SENAC/SP. Membro da Ordem dos Advogados do Brasil, Secção de São Paulo e da Associação dos Advogados de São Paulo.

Deixe seu comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Entre em contato conosco

 

Mensagem enviada com sucesso

Em breve retornaremos o contato.

◄ Voltar

Outros projetos da Arbache Tec

Telefone para contato
+55 11 97289-0180
Nosso e-mail
contato@arbache.com
Todos os direitos reservados @arbache 2017