Cotidiano

O Charme Secreto da Melancolia…

sofa e luz baixa

Como tem gente reclamando insistentemente da vida, do trânsito, do casamento, do parceiro, do chefe, da comida fria, da noite mal dormida, em contrapartida de uma minoria que se alegra por ter comido mais de uma refeição no dia de hoje, de ter conseguido se locomover, de se alegrar porque é uma segunda-feira!
Porque é mais um dia pra fazer a diferença!

Percebo uma facilidade humana em colocar o entusiasmo em caixa separada dos afazeres do dia a dia, além de quererem excluir a melancolia da nossa natureza humana, que resolvi escrever este texto para tentar ordenar meus pensamentos.
É claro que os problemas fazem parte da vida e têm dias que eles parecem fazer um X na nossa mira e virem com tudo. Costumo me indagar qual a minha responsabilidade nessa desordem toda? Aliás, se não houvesse a melancolia, como saberíamos quando a alegria iria nos brindar com sua dádiva?
Aliás, tal qual o sinal verde, amarelo e vermelho, creio que a melancolia tem seu charme justamente porque é o nosso sinal amarelo de alerta! Temos uma situação a resolver e tal desencaixe nos impede de nos sentirmos plenos. A melancolia nos coloca em posição passiva, justamente para criarmos esta força necessária para o impulso, e para avançarmos com mais bagagem produtiva em nossa vida.
Aceitar que as situações e coisas passam por nossas vidas e isso é comum, é o início de uma jornada mais leve e com mais clareza…
Sempre temos escolhas! E esta escolha e decisão é exclusivamente nossa! Reeducar o olhar (e a postura) para a vida, me parece um exercício diário e repetitivo, mas asseguro que esta prática tira a opacidade do olhar, rearranja as emoções, e quem sabe, um dia melhor na sua vida, de fato, seja um dia melhor na vida de tanta gente que você cruzará pelo curso hoje!

Sente-se, acenda a luz, reflita por que razão esses atributos chegaram aonde chegaram… Se olhe no espelho com orgulho, sorria para o que encontrar ali! E se vier pensamentos do tipo “ah, não sou afeto a muitas gentilezas…” se ouça e tente fazer diferente só por hoje, pois “nunca é cedo para uma gentileza (consigo mesmo), porque nunca se sabe quando poderá ser tarde demais.” [R. W. Emerson]

Avatar

Ana Luiza Alves Lima

Nascida em Santos, São Paulo, Brasil. Advogada e Consultora na Gestão de Pessoas em São Paulo – SP, Brasil. Formação: Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Santos (UniSantos-SP); Pós-graduado em Gestão de Seguros (Fundação Getúlio Vargas – FGV-SP); Consultora do Serviço Nacional do Comércio (SENAC para cursos livres e de pós graduação) e Administração de Recursos Humanos, pelo SENAC/SP. Membro da Ordem dos Advogados do Brasil, Secção de São Paulo e da Associação dos Advogados de São Paulo.

Deixe seu comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.