Cotidiano Liderança

Na incerteza aposte na resiliência

Na incerteza aposte na resiliência

Minha força não vem da rigidez para suportar pressão, mas sim da minha resiliência.

Olá, sou a Monalisa Gomes, CEO da Fronius uma multinacional Austríaca aqui no Brasil e hoje estou aqui para falar um pouco sobre resiliência e como uso essa ferramenta, tão importante, na minha forma de liderar.

Quando sou pressionada, a minha flexibilidade é o que determina o quão rápido retornarei ao meu centro, ao meu estado original, ou seja, a minha essência. Até mesmo quando estou confusa ou desestruturada entendo que sou humana e acolho essa instabilidade, isso para mim é autorreflexão, correção de rota e crescimento. A partir daí me reorganizo e continuo buscando meus objetivos, reflito sobre os meus erros e fracassos, entendo meus pontos fracos e aprendo o suficiente para me adaptar às novas situações e ajustar as minhas estratégias.

A minha ideia é compartilhar um pouco do que pratico no meu dia a dia e quais táticas e soft skills eu aciono para lidar com a minha rotina, liderar uma empresa e, como me comporto e encaro todos esses desafios. Afinal, além de executiva de uma multinacional eu também sou a Monalisa: humana, mulher, mãe, parceira, entre outros papéis.

Minha primeira lição foi perceber que até mesmo aqueles super-heróis que aparecem na TV, são vulneráveis, assim como eu, e que a coragem não é desprovida de medo! A partir daqui assumo o controle, aceito os meus erros e fracassos e passo a olhar as situações de pressão de forma mais natural. Tudo muda quando deixamos de lamentar e começamos a agir, ou quando entendemos que o mundo perfeito não é aqui e começamos a ser ou fazer parte da solução.

A vida real e as empresas de hoje e do futuro, que já começou, exigem líderes ágeis, inspiradores, que percebam tendências, antecipem cenários e entendam que caos e crises fazem parte da realidade e são fatores essenciais para as grandes transformações.

Todos nós, sem exceção, enfrentamos em determinados momentos da vida situações de crise; seja no trabalho, no ambiente familiar, ou em relacionamentos diversos. Aceitar que isso é completamente natural e como decidimos lidar com essas situações é o que fará toda a diferença, por isso a importância da resiliência.

Desenvolver essa habilidade é uma questão de prática e mudança de pensamento. A resiliência é uma característica adquirida que pode (e eu digo que deve) ser treinada, parece simples falar em se tornar uma pessoa resiliente, sim, é uma dica simples, porém difícil de ser seguida. Exige dedicação, disciplina e constante autorreflexão. É essencial honestidade na sua introspecção, somente assim e de verdade, é possível colocar o “dedo na ferida” e sair da zona de conforto para começar a mudança e, de fato, melhorar.

Autodomínio, autogerenciamento, empatia e autoconfiança fazem parte do equilíbrio e inteligência emocional para lidar com as crises que surgem.

O cenário global se modificou muito rapidamente com a pandemia, o momento pede por ações extremas, rápidas e diante de um cenário instável com providências nem sempre fáceis de serem decididas e eu vivo e gerencio uma empresa no Brasil, faz parte da nossa rotina crises políticas, econômicas, de saúde pública, de segurança e por aí vai… lidar com processos de mudanças e tolerar incertezas e ambiguidades é minha tarefa diária e uma habilidade fundamental para o sucesso de qualquer gestor. Todos os dias sou exigida a ir além dos padrões dos quais estava habituada, tenho uma empresa para liderar, resultados para entregar, sou membro de uma equipe que conta e precisa de mim, então, faço meu exercício diário de reconstrução e superação de desafios, e essa minha capacidade de percepção é o que me permite decidir me adaptar e seguir, em frente, focada em meu propósito.

Da experiência da maternidade eu pude agregar para a empresa essa flexibilidade de viver incertezas e novas práticas, sempre buscando dar o melhor de mim para um outro ser. O exercício da minha empatia me recompensa com uma liderança mais humanizada, assertiva e coerente, e a minha feminilidade dá um toque de requinte e elegância as minhas entregas.

Ei lembrem-se, não somos maquinas!!! Estamos todos sujeitos as falhas naturais de seres humanos!! Algumas vezes, algo vai sair dos trilhos e está tudo bem. Respira fundo, se conecte ao seu movimento de aprendizado e retome de onde parou. A mudança é inevitável e, apesar de toda a turbulência que estamos passando, todos os problemas que se apresentam, prefiro reunir todas as minhas forças na vibração de que tudo vai dar certo, vai passar!

E isso não é apenas um sonho, tenho esperança e convicção de que propósito, trabalho duro, adaptabilidade e estratégia, nos direciona a vencer e superar todos os desafios e dificuldades.

Eu acredito e você?


Confira também meu podcast onde um pouco mais de resiliência em seu dia a dia e do uso de suas Soft Skills no ambiente de trabalho.