Mercado

A Importância da Gastronomia Na Economia

gastronomia

A Gastronomia vem acompanhando as mudanças ocorridas na economia do país nas últimas décadas e independente do momento econômico, ocupa lugar de destaque no mundo dos negócios.

Dados da Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (Abia)1 apontam que em 2012 o setor da alimentação fora do lar faturou cerca de R$ 100 bilhões frente aos R$ 87 bilhões do ano anterior, o que representa um salto de 13%. Nos últimos 20 anos, de acordo com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), o setor têm crescido 7% ao ano. O crescimento do setor de restaurantes acontece também em função do aumento da renda dos brasileiros e a dificuldade de deslocamento entre casa e trabalho. Atualmente, quase 30% dos brasileiros comem fora de casa todos os dias.

O Brasil contabiliza cerca de 800 mil estabelecimentos de alimentação. Os números tendem a crescer, seguindo tendências de comportamento como por exemplo, a inserção das mulheres no mercado de trabalho, hábito familiar de não cozinhar em casa e comer fora. Também podemos citar entrada do Brasil no círculo econômico internacional, fato este que tem atraído muitos outros eventos, além da Copa do Mundo e as Olimpíadas, estão presentes as feiras comerciais, eventos de moda, competições, como a Fórmula Indy. Tais ocasiões fazem, cada vez mais, parte da paisagem das principais cidades brasileiras.

Com cenário econômico auxilia no surgimento de novos e bons negócios, principalmente oferecendo serviços diferenciados, o que tem justificado a expansão de cadeias de alimentação de capital estrangeiro, a diversificação do portfólio de produtos das companhias já instaladas e abertura de novos empreendimentos.

Falta de mão de obra qualificada é um dos grandes desafios do ramo, também ausência de pesquisas especializadas focadas no setor. Segundo a Abrasel-SP (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de São Paulo), a ausência de mão de obra é um sério problema que o país enfrenta. Isso aumentou a busca por profissionais e escancarou outro gargalo do segmento: o da formação.

A alimentação constitui uma das atividades humanas mais importantes, não só por razões biológicas evidentes, mas também por envolver aspectos econômicos, sociais, científicos, políticos, psicológicos e culturais fundamentais na dinâmica da evolução das sociedades. A gastronomia está ligada ao prazer, dessa forma, o homem sente a curiosidade de conhecer novas culturas, sendo a alimentação típica um modo de aproximar o homem dessa cultural, além de oferecer o prazer de sentar á mesa e degustar sabores diferenciados.

1 – Consolidado anual até dezembro/2012. Disponível em: http://abia.org.br/vst/vendas.pdf. Acessado em: 27 de julho de 2013.